quarta-feira, 3 de julho de 2013

Uma sala perfeita e real

Num mundo perfeito, as salas poderiam ser todas brancas: sofá branco, tapete branco, mesa de café branca, almofadas brancas. No mundo real, o branco tem de ser usado com mais restrição. Caso contrário tornar-se-ia num maldito dálmata colorido... de manchas. O exemplo desta sala parece-me, realmente, uma perfeição. Abusa dos tons neutros, mas em cores diferentes para não se tornar monótono (uma sala toda branca é uma sala toda branca; uma sala apenas num tom pastel é uma pasmaceira). É confortável, tem carisma, espaço para livros e para as flores, e ainda para um globo. 
Se colocar-nos um pouco de nós naquilo que fazemos, neste caso, na decoração de uma sala, para além de ela se tornar o nosso reflexo, pode muito bem ficar super cool. Afinal, o importante é sermos sempre nós, e como alguém me disse uma vez, com muita paixão. 

Fonte, aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário