quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Hobbit - Uma viagem inesperada

"Todas as boas histórias merecem ser embelezadas", a afirmação de Gandalf para Bilbo antes da partida para a viagem inesperada foi a escolha da Empire Portugal para começar a sua crítica na edição deste mês. Eu também não poderia começar de outra forma. 
Apesar de as comparações com a trilogia do Senhor dos Anéis serem inevitáveis, devemos distanciar-nos destes. Primeiro, os cenários encontram-se muito mais solarengos, brilhantes e coloridos. Segundo, o próprio tom da prequela é bem distinto. Mais de metade do filme é passado a rir, quer com a prestação dos anões, quer com o brilhante e divertidíssimo papel de Bilbo Baggins.
O Hobbit acaba por ser uma lufada de ar fresco quando comparado ao Senhor dos Anéis. Contudo, possuí três personagens fortes, com personalidades bem vincadas e papéis muito bem estruturados: Gandalf, Bilbo e Thorin. Até aqui, o desconhecido (pelo menos para mim era, não li os livros), poderá ser Thorin, o rei dos anões após a 'catástrofe' que lhes 'roubou' o lar, pois os restantes já nos são familiares. 
Thorin é um anão com mau feitio, arrogante e duro que apesar dos seus problemas consegue ser um bom líder. Gandalf mantém-se fiel a si mesmo, mas muito mais activo. Possuí um papel central na trama, sendo quase sempre o cérebro do enredo. Bilbo é o foco. É na sua personagem que se encontram as principais mensagens implícitas, aquilo que nos faz e nos deixa a pensar. Bilbo é apenas um tipo como nós que embarca nesta jornada sem estar à espera. Uma pequena criatura que acaba por deter de mais importância do que aquela que desejava. Bilbo é, muitas vezes, uma analogia para o próprio Homem que se mantém fechado no seu mundo com receios, mas não só. 
Não encontrei 'senãos' no filme, a não ser as habituais imagens estilo videojogo, ou a rapidez de algumas cenas que nos dificultam a observação dos cenários iniciais. Resta dizer que não vi em versão 3D, por isso, limito-me a afirmar que a versão dita 'normal' me agradou, e muito. 


A younger and more reluctant Hobbit, Bilbo Baggins, sets out on an "unexpected journey" to the Lonely Mountain with a spirited group of Dwarves to reclaim their stolen mountain home from a dragon named Smaug.





Sem comentários:

Enviar um comentário