terça-feira, 31 de julho de 2012

Désir #2


H. - Tenho uns calções camuflados vestidos. Acho que ias gostar. 
D. - Porque haveria eu de gostar disso?

Lição - Não falar sem antes ver. 

(Gosto mesmo dos casacos com padrão camuflado e militar para esta estação)


Fall Must-Have: Club Monaco Repurposed Military Jackets, in Elle tumblr.

As revistas da avó

Andei a vasculhar as gavetas da minha avó. Deparei-me com umas revistas de senhora bem antigas, com as páginas amarelas e aquele cheiro a mofo habitual. Ao desfolhar uma vi que os assuntos da época não diferem muito dos actuais. Falam sobre moda, lifestyle, tendências, dão imensas sugestões, quer para a casa quer para viajar. A única diferença parte mesmo da secção de costura e bordados. Coisa que não deve aparecer numa revista normal há bastante tempo. Achei ainda piada às novelas escritas ou em formato banda desenhada. 
Outro facto curioso é a referencia ao estilo dos anos 20, numa revista dos anos 60. Afinal, parece que o vintage nunca sai de moda, ou não fosse esta um ciclo. Hoje, por sua vez, recuperam-se as silhuetas dos anos 40, 50 e 60, bem como todo o seu charme e feminidade. Ao observar as imagens desta revista, não as acham bem actuais? Eu usaria aqueles fatos de banho! 









segunda-feira, 30 de julho de 2012

tumblr

Pode parecer um pouco disparatado fazer um post sobre o tumblr. Afinal, o tumblr também é um blogue.  Mas sempre o liguei mais à partilha de imagens do que propriamente à de sentimentos, ou outra "coisa qualquer" expressa em palavras. E, há uns dias, decidi criar um tumblr precisamente com esse efeito - o de partilhar imagens, de me inspirar e de me "encher" com novas imagens deliciosas. 
Para aqueles que, como eu, estão na dúvida e têm receio que seja uma perda de tempo, posso afirmar que com os seguidores certos é bastante divertido e útil, para encontrar a imagem "perfeita".
Difere imenso do Blogger, que funciona como um meio mais "distanciado", mais em tom de "diário secreto", apenas partilhado se se quiser. O tumblr funciona como uma rede social de blogues.

Podem espreitar o meu novo "brinquedo" aqui


domingo, 29 de julho de 2012

A edição de Setembro

Recentemente, fiquei a conhecer o processo de edição do número de Setembro das revistas de moda. Confesso que não tinha conhecimento do processo peculiar de edição deste número especifico, e acabei por ver o documentário The September Issue, para perceber melhor. Adorei. Pareceu-me sincero e mostra o outro lado da edição de uma revista: os bastidores.
Escrevi uma peça para o desacordo sobre este processo, por o achar bastante interessante.


O ano começa em Janeiro, mas não faria muito mais sentido começar em Setembro? Ora pensemos. Em Setembro, acabam as férias de Verão, voltamos ao mundo do trabalho e deixamos as utopias para trás. As crianças retomam as suas vidas de aprendizagem escolar, iniciando um novo ano lectivo. No mesmo mês, colocamos as roupas frescas de lado e investimos num novo guarda-roupa, agora mais quente e composto.
Como se tudo isto não bastasse, é na edição de Setembro que as revistas de moda se dedicam à análise da Semana de Haute Couture. E por alta-costura, entenda-se, referimo-nos ao cume, ao topo, à derradeira mostra de desfiles de moda.

Para continues a ler, clica aqui.

sábado, 28 de julho de 2012

Há coisas que adoro

Uma delas é combinar estilos. Combinar peças que aparentemente nada, ou muito pouco, têm a ver. Botas da tropa com casacos clássicos. Camisolas largas com skinny jeans. Saias pencil com all star. E por aí adiante. Um amigo meu, daqueles completamente leigos no que à moda diz respeito, costuma dizer coisas bastante engraçadas relativamente à minha forma de vestir. Caracteriza-me como sendo "excêntrica" e uma "manta de retalhos" - isto tudo num bom sentido, por mais estranho que possa parecer.
Bem, todo este discurso por uma única razão: a imagem que se segue.
Tem preto e tem castanho, uma combinação difícil. As calças são largas e os sapatos são stilettos. A mala não combina com o calçado. E as calças parecem do namorado. O resultado?! O resultado é uma elegância soberba! 

Foto: © carolinesmode.com
© stockholm-streetstyle.com  

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Os saldos

Os saldos são o sonho da maioria das pessoas. Sempre ouvi toda a gente dizer que nos saldos compra imensa roupa e gasta relativamente pouco. Mas, serei a única a odiar os saldos? Quando em penso em saldos, a minha cabeça pensa imediatamente nos prós e contras: 

Prós 
Um monte de roupa a 5 euros

Contras
Uma imensidão de pessoas nas lojas
Confusão, barulho, desarrumação 
Peças sem qualidade
Roupas de colecções passadas e mais que ultrapassadas
Coisas sem graça

E o resultado é,  geralmente, sempre o mesmo. Acabo por comprar muito, mas muito pouca coisa em época de saldos. E geralmente até opto por comprar das novas colecções - como aconteceu hoje -, e deixar de lado as promoções. De facto, prefiro gastar um pouco mais de dinheiro e ter coisas que gosto, com o mínimo de qualidade e bom gosto, do que me encher de coisas baratas que eventualmente nem vou usar. 




quarta-feira, 25 de julho de 2012

Mom's garden

O bom de viver no campo. Por mais que adore viver em Lisboa, às vezes o betão da cidade, os carros e as pessoas não deixam lugar para um pouco de verde. Felizmente, até em Lisboa, tenho um parque perto de casa.






Andei mais uma vez a brincar com a câmara.

terça-feira, 24 de julho de 2012

Leitura

Estou sempre a trabalhar ou a pensar em coisas sobre as quais poderia escrever. Bem, sim, estou sempre a trabalhar. A minha cabeça não pára, embora eu queira que pare por uns minutinhos mas, quando dou por mim, é tardíssimo e está na hora de ir dormir. E nem aí a minha cabeça pára. Por isso, gosto de ler e obrigo-me a ler. É óbvio que leio imensas coisas pela Internet, mas falo de ler em papel. Ler livros, ler revistas, ler jornais. E leio todas as semanas, quando me sento no comboio para casa. São 45 minutos de paz, onde sou apenas eu e o que estiver a ler. 
O último livro que li foi uma colectânea de Pulp Fiction portuguesa, dada pelo meu namorado no Natal. Confesso que namorei o livro por uns tempos e ele acabou por mo comprar. Descobri a minha paixão por estórias pequenas, mas intensas, com enredos mirabolantes e personagens completamente ficcionais. Acabei-o recentemente. Acho que nem demorei muito, dada a minha vida agitada e frenética. 
Ontem, andei pelas prateleiras cá de casa à procura de algo para ler. Encontrei "O Monte dos Vendavais". Pareceu-me bem e assim comecei mais uma ronda de leituras. 
Outra das coisas que adoro ler, mais do que jornais, confesso, são revistas. A Time Out, a Vogue, a Elle, a Sábado... E todas as revistas que encontrar por bares, casas culturais e pela faculdade. Sim, eu leio tudo. E arranco folhas quando gosto de certos artigos. 
Depois disto, acho que se pode deduzir o estado do meu quarto quando chega o final da semana. 



Não sou grande fotografa e a minha máquina familiar não ajuda, mas eu tento!





segunda-feira, 23 de julho de 2012

Girls - a crítica

Agora que estou de férias, posso dedicar-me em pleno a uma das coisas que mais gosto: ver séries e ver filmes. Na semana passada vi a série da HBO Girls, que tem sido um sucesso pelos Estados Unidos, e acabei de publicar a minha crítica no desacordo.

Lembras-te de como era o Sex and the City? Bem, esquece-o, porque Girls é completamente o oposto. Carrie era perfeita: tinha o emprego que queria, tinha dinheiro, roupas de marca, combinava o vestido com os sapatos e com a bolsa. Hannah, a personagem principal de Girls, tem peso a mais, não tem emprego, não tem dinheiro, não se sabe vestir e combinar coisas não é bem o seu forte.
Para continuares a ler, clica aqui.

New York Magazine

domingo, 22 de julho de 2012

Jessa

Jessa é a minha personagem preferida na série norte-americana Girls. Gosto do seu sotaque british e acho que a personagem resulta bem no seio da série. Hannah é completamente estranha e odeia-se, Marnie é tão perfeita e organizada que se odeia, Shoshanna odeia-se por não ser uma "santinha". 
Jessa é apenas ela própria. Não se odeia. Vive, respira, ri e é sensual. Não fica parada no seu canto choramingando nem lamentando pela vida. Fuma um cigarro, arranja-se, vai a uma festa. A vida continua. 

Para além da sua personagem "pacificadora", é também a que tem o melhor guarda-roupa - o que é só a cereja no topo do bolo. 












sexta-feira, 20 de julho de 2012

Inspiração Batman

Gosto disto, a lot. Batman versus Lazy Oaf, por Viktor Vauthier. Uma colecção que celebra um dos nossos heróis favoritos, enquanto o novo filme estreia pelas salas mundiais. 




Lábios vermelhos

Sim. Lábios vermelhos é o que sinto mais falta no verão. Estou habituada a andar constantemente com batom vermelho. Simplesmente vermelho, vermelho alaranjado, ameixa. Usar batom de tons avermelhados faz tanto parte de mim como respirar. É um hábito que ronda já uns 4 ou 5 anos. 
Lembro-me perfeitamente bem. Tudo começou num Carnaval onde me mascarei ao estilo anos 20 e comprei um batom vermelho. Na altura, por estupidez que encaixou bem na mascara, tinha o cabelo curtíssimo, bem acima dos ombros. Comprei um batom vermelho, bem vivo, para usar nessa noite. Acontece que gostei tanto que fui usando no meu dia-a-dia. 
Na altura não era hábito, nem estava na moda. Toda a gente me olhava de lado e comentava. O mesmo aconteceu anos depois, quando cheguei à faculdade e o vicio do batom vermelho era ainda maior.
Com o passar do tempo, tornou-se uma espécie de imagem de marca. Uma forma de me diferenciar, de ser reconhecida e, claro está, acima de tudo, é um enorme prazer e algo com a qual gosto de brincar.
Só que com este calor, usar batom não dá muito jeito. E como passo mais tempo em casa, também não me maquilho. Mas God! Uma semana sem usar batom vermelho e já tenho saudades. 

E foi ao ver isto...


... e isto...


... que me lembrei das saudade que tenho do meu batom. 
Só que eu sou morena, but still.


terça-feira, 17 de julho de 2012

Lana para H&M

Lana del Rey é a cara da H&M para a campanha de Outono/Inverno. As fotografias foram tiradas por Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin, que enveredaram por um conceito bastante actual: o da mulher feminina e sofisticada. Deixo-vos as duas primeira fotografias relevadas da campanha. E, fica também a nota de que Del Rey gravou uma cover de "Blue Velvet", com a qual será feito um mini-filme para a campanha. Este sairá para o ar a 19 de Setembro. Can't wait!!


DailyMail.





segunda-feira, 16 de julho de 2012

Flowers everywhere

Quem me conhece sabe que sou feminina q.b. Tenho uma certa aversão por cores e padrões, por exemplo. Mas ultimamente - não sei se é do verão -, uma subida adoração por flores, padrões florais e "pontadas" de cor me arrebatou. Isto tudo a par da minha necessidade de sentir o branco, a pureza e a leveza. Sim, deve ser do verão, da praia, do ventinho à beira-mar, dos tecidos esvoaçantes, dos cabelos selvagens. Sim, deve ser do verão. Mas gosto de ver branco infinitamente e gosto de ver flores pelo meio. E gosto de cheira-las. E gosto de vê-las nas roupas, e nos cabelos. Gosto de vê-las por todo o lado! 

Karlie Kloss, Vogue Italiana, Dec. 2011
Karlie Kloss, Vogue US, July 2012
Kate Loves Me
Jak & Jil
Jak & Jil





dois desenhos a conversar

Não sei se conhecem ou não esta página, mas a nível pessoal posso afirmar ser divertida, irreverente e criativa. Fiz recentemente uma entrevista ao autor, Álvaro Silveira, e posso afirmar ter sido um prazer.
Não é um blogue, mas poderia sê-lo. O “dois desenhos a conversar”, da autoria de Álvaro Silveira,  é a página que vos damos a conhecer, ou que vos “descodificamos”, desta feita. Dois bonecos, humor, piadas e conversas descabidas, inspirações e muito mais. Fica a conhecer tudo sobre este projecto, aqui, nodesacordo.
Podem continuar a ler, aqui.


domingo, 15 de julho de 2012

sábado, 14 de julho de 2012

Moda e hortenses

Esta fotografia diz-me muita coisa: 
- Gosto de cabelos ruivos;
- Amo batom vermelho;
- As inspirações orientais lembram-me a viajem que hei-de fazer;
- O roxo é das minhas cores preferidas;
- As hortenses lembram-me o meu melhor amigo, a minha alma gémea, que está na Madeira. 


Purple on purple… Karen Elson in a floral and hand-painted hammered velvet Christian Dior moment From “Bohemian Rhapsody” in Vogue’s November 1997 issue… styled by Grace Coddington and photographed by Ellen Von Unwerth - Via Pinterest 

White passion II










sexta-feira, 13 de julho de 2012

White passion

O verão costuma ser sinónimo de muita cor, animação, calor e festivais, mas estou numa onda 
mais tranquila, mais fresca e ... mais branca. 



David Raffoul

interlübke

Bouf.com
Bouf.com